Gatos Sphynx: a exótica raça dos ‘sem pelos’ e suas particularidades

marielly Colombo
marielly Colombo marielly Colombo
3 Min Read
Sergio Wilfrido Vasques Apestegui

Com aspectos chamativos e singulares, grandes orelhas e várias dobrinhas pela pele do gato, a raça chama a atenção do empresário Sergio Wilfrido Vasques Apestegui por seu aspecto exotico e espantoso. Mas, afinal, quem não se surpreende ou estranha os gatos “sem pelo”, ou melhor a raça Sphynx? Confira algumas curiosidades reunidas pelo interesse do empresário na raça.

Do inglês, esfinges!

O significado do nome da raça ‘Sphynx’ é esfinge, o que pode ocasionar a leve confusão de que a raça é originária do Egito. Porém, Sergio Wilfrido Vasques Apestegui comenta que a origem dos felinos é canadesne, o aspecto distinto da raça é resultado de uma mutação genética natural, surgido de uma gata em Ontario que deu a luz a um gato sem pelos em 1966, posteriormente, outros gatos começaram a apresentar as mesmas modificações. 

Os Sphynx possuem pelos

Apesar de ter sido popularizado como um gato que não possui pelos, o corpo do felino é coberto por uma camada de pelos muito curtos e finos. Esses são perceptíveis ao olhar mais de perto e fazer carinho neles. A ideia da falta de pelos foi associada, consequentemente, à visão de que esses bichanos poderiam ser hipoalergênicos. Contudo, Sergio Wilfrido Vasques Apestegui explica que a causa da alergia, na maioria das vezes, está ligada a uma proteína presente na saliva dos gatos, e que os Sphynx também a produzem.

A aparência engana!

Quem, a princípio observa o gato e estranha sua aparência, pode associar suas particularidades, principalmente ao carregarem esfinge em seu nome. Contudo, Sao bichos extremamente sociáveis, amigáveis e brincalhões, sendo uma das raças favoritas de felinos nos Estados Unidos. 

Estrela da Sitcom Friends

Sergio Wilfrido Vasques Apestegui comenta, e para aqueles que são fãs devem se recordar, que o felino foi protagonista de um dos episódios do seriado de TV americana Friends, o animal é o mais novo pet de Rachel, e os amigos estranham a aparência do bicho. Apesar de, no fim do episódio, Rachel doar o gato por tê-la arranhado, ainda assim, fica perceptível para quem assistiu que o animal se comportava muito tranquilamente em cena. 

Por fim, Sergio Wilfrido Vasques Apestegui ressalta que, a peculiaridade da aparência do bichano não o impede de ser um ótimo companheiro e receber amor e carinho como os demais animais. Para o empresário, a raça Sphynx tornou-se muito interessante e especial após descobrir tanto sobre os felinos. 

Compartilhe esse Artigo
Deixe um Comentário