VINÍCOLA – ONDE SE FAZ O VINHO

marielly Colombo
marielly Colombo marielly Colombo
7 Min Read

Quando falamos em vinícola, diversas imagens vêm a nossa mente. Desde construções glamurosas cercadas de vinhedos, caves de guarda repletas de barris de carvalho a galpões industriais altamente tecnológicos com tanques de fermentação gigantescos.

Mas de fato, o que é uma vinícola?
De maneira bem objetiva, vinícola é o local onde se produz vinho. No dicionário encontramos que a palavra vinícola está relacionada também à viticultura e a vinhas. Por extensão, chamamos de região vinícola a região onde se produz uvas e vinhos.

Podemos também denominar como vinícola a empresa que produz vinho, por exemplo as vinícolas Miolo e Salton. Duas das maiores produtoras de vinho do Brasil.

A seguir vamos explorar um pouco mais os conceitos sobre as vinícolas. Por exemplo, os seguintes tópicos:

Origem e história;
Diferença entre vinícola e vinhedo;
Qual a função das vinícolas;
Enoturismo, experiências que você pode ter;
O que é uma vinícola Boutique?
Quantas são e quais as maiores vinícolas do Brasil e do mudo
Origem das vinícolas
As primeiras vinícolas surgiram há milhares de anos, registros arqueológicos indicam a utilização de jarros de grande volume para produção de vinho há cerca de 8 mil anos. A produção em maior volume é de fato o que indica o nascimento do conceito de vinícola, deixando de ser apenas uma produção “caseira” e passando a uma elaboração planejada. Leia mais sobre a história do vinho.

Vinhos armazenados em vinícola
Diferentes etapas elaboração de vinho são representadas nessa foto: tanques de fermentação, barris de estádio e garrafas prontas para rotulagem na vinícola Vanloveren. Foto: Reserva85
Traduções e significados em outros idiomas
Em inglês, o termo winery é empregado à propriedade, empresa ou edifício onde se produz vinhos. Em francês utiliza-se a palavra vinicole, mas a conotação não é para local ou propriedade, mas sim em relação à produção de vinho. Em espanhol pode-se utilizar o termo viña, cuja tradução é vinhedo para se referir também a vinícolas, por exemplo Viña Concha y Toro.

Outros termos como “quinta”, “estate”, “clos” e “domaine” estão a também associados a locais onde se produz vinho, mas possuem significados bem específicos, não devendo ser utilizados de forma indiscriminada.

Diferença entre vinícola e vinhedo
Vinhedo é a denominação dada à plantação de videiras em quanto a vinícola está associada de fato à elaboração do vinho. Uma vinícola pode conter um vinhedo, diversos vinhedos ou até mesmo nenhum.

Qual a função de uma vinícola?
Engarrafamento de vinhos
Linha de produção e engarrafamento de vinhos. Foto: Reserva85.
A função primordial de uma vinícola é produzir vinhos. Podendo se restringir à adega onde o enólogo de fato elabora o vinho, até linhas de produção completas que englobam desde o cultivo das uvas até engarrafamento e rotulagem para venda.

Clique nesse link e entenda como o vinho é feito.

Contudo, assim como o termo possui várias conotações sua função também é bastante diversificada. Muitas empresas apostam no interesse que o vinho desperta para agregar mais funções à vinícola. A utilização como atração turística, espaço para eventos e realizações esportivas é cada vez mais frequente. Em algumas empresas a venda de vinhos já deixou de ser o carro chefe, dando espaço ao enoturismo.

O que fazer em uma vinícola? Além do vinho.
Spa dentro da vinícola
Até um Spa está dentre as atividades oferecidas pela vinícola Val du Charron.
Hoje são inúmeras as opções de atividades oferecidas pelas vinícolas. É possível fazer as tradicionais visitas, degustações de vinho e passeios pelas vinhas até participar do processo de elaboração do vinho.

O Reserva85 participou da vindima da Góes em São Roque, confira como foi em nosso instagram.

Além disso, você pode também realizar festas, cerimônias de casamento, eventos corporativos. Algumas empresas realizam atividades esportivas como corrida, ciclismo e até corridas de velocidade. Algumas empresas oferecem acomodações, restaurantes e até mesmo um SPA.

Quantas vinícolas existem no mundo?
Não há um dado oficial sobre quantas vinícolas existem no mundo, até mesmo porque muitas não produzem vinho de forma comercial. O número real pode chagar a mais de 1 milhão de vinícolas.

Segundo dados da Statista apenas nos Estados Unidos existem cerca de 11.000 vinícolas. No Brasil, o registro da Ibravan de 2018 contabilizou de 1100 vinícolas em atuação.

Qual a maior vinícola do mundo e do Brasil?
A californiana E & J Gallo é a maior vinícola do mundo. A empresa familiar fundada em 1933 engloba 90 marcas. Na realidade, essa companhia é um conglomerado de empresas que emprega mais de 6 mil pessoas e rende cerca de 5 bilhões de dólares anualmente.

No Brasil, Aurora ocupa o posto de maior vinícola do País. Fundada como cooperativa em 1931 a empresa conta hoje com 12 marcas de produtos e tem sua sede em Bento Gonçalves, no Vale dos Vinhedos.

O que é uma Vinícola boutique?
Tanques de elaboração de vinho em vinícola
Vinícola Boutique Avondale usa a gravidade para reduzir os impactos energéticos na produção do vinho.
O conceito de boutique na produção de vinhos é bastante difuso. Não há uma regulamentação clara no Brasil, assim como em outros países. Basicamente, vinícola boutique é a denominação que se dá a uma empresa de pequena produção de vinho, idealmente associada a aspectos de qualidade e cuidado mais artesanal na elaboração do vinho.

Contudo, como não há de fato uma certificação de vinhos de boutique, o termo é amplamente aplicado em função do posicionamento de marketing das empresas. Não necessariamente o vinho de boutique terá mais qualidade. Ainda que no geral custe um pouco mais caro.

Nos últimos anos, o conceito tem se estabelecido e os vinhos boutique têm encontrado seu espaço no mercado. Assim como a Lidio Carraro, uma vinícola boutique renomada no Brasil, que desde 2001 elabora vinhos sob uma abordagem singular.

Por fim, podemos dizer que de fato, uma vinícola é muito mais do que o local onde se produz vinhos. É também onde nasce a essência do vinho, onde as pessoas podem viver experiências que revelam tudo que uma marca quer passar aos seus clientes.

Compartilhe esse Artigo
Deixe um Comentário