Homem e mulher pegam 4 anos de prisão na Espanha por roubo milionário de vinhos

marielly Colombo
marielly Colombo marielly Colombo
2 Min Read

Um homem e uma mulher foram condenados pela Justiça espanhola, nesta segunda-feira (6), a quatro e quatro anos e meio de prisão, respectivamente, pelo roubo de 45 garrafas de vinho avaliadas em 1,64 milhão de euros (cerca de R$ 9 milhões).

Um tribunal de Cáceres definiu a sentença pelo roubo ocorrido no restaurante e hotel Atrio, localizado no centro histórico da cidade, em outubro de 2021, informou a Justiça em comunicado.

Entre os vinhos roubados havia uma garrafa de Chateau D’Yquem 1806, cujo preço era de 350 mil euros (quase R$ 2 milhões), outra da mesma vinícola da safra de 1883 (de 45.000 euros, cerca de R$ 250 mil), e vários Romanée-Conti Grand Cru de diferentes safras e alto valor.

Os dois foram “condenados como autores responsáveis de um crime de roubo” e “também deverão indenizar, conjunta e solidariamente, em 753.454 euros [pouco mais de R$ 4 milhões]” o estabelecimento.
Segundo a imprensa espanhola, os condenados são uma ex-rainha de beleza mexicana e um romeno-holandês. Os dois foram detidos em julho de 2022, na Croácia.

Os dois se hospedaram no hotel e restaurante, em um quarto no qual apenas a mulher se registrou com um passaporte suíço falso, segundo um comunicado judicial.

Após jantarem no restaurante do hotel, os dois realizaram uma visita guiada à adega e depois voltaram para o quarto.

Compartilhe esse Artigo
Deixe um Comentário